[RESENHA] Flores da Ruína – Patrick Modiano

flores_SAIDA_1d

Título: Flores da Ruína
Autoria: Patrick Modiano
Editora: Record
Nº de páginas: 144
Gênero: Ficção literária
Nota: ★★★

 

 

Em 24 de abril de 1933, dois jovens cônjuges se suicidam em seu apartamento em Paris. Naquela noite, eles teriam se encontrado com diversas pessoas e foram dançar. Trinta anos depois, o narrador tenta reconstruir a história deles, que parece se cruzar com a sua própria. Cada pergunta suscita outras, como um eco, ao curso de andanças fantasmagóricas por Paris, de lembranças que retornam à memória…

Minha história com o Modiano – Nobel de Literatura de 2014 – é bem peculiar. Eu e o maridão temos os três livros que a Record publicou dele – Remissa da Pena, Flores da Ruína e Primavera de Cão – mas estavam lá, jogados, nunca antes lidos. Um dia chuvoso, decidi que queria ler ~literatura séria~. Peguei Primavera de Cão. Absolutamente fantástico. Descobri que esse era o terceiro da “trilogia”. Fiquei muito irado. Peguei Remissa da Pena. So-so. Peguei Flores da Ruína. É desse que vou falar agora. Mas o sentimento que fica é: como diabos esse cara ganhou o Nobel? Não que eu seja tiete do Murakami (Mumuzinho para os íntimos), mas é difícil acreditar que os livros do Modiano representem o suprassumo da ficção literária mundial.

Continuar lendo “[RESENHA] Flores da Ruína – Patrick Modiano”

[RESENHA] A Trinca Âmbar – Guilherme Pimenta

trinca
Adquira o e-book aqui, pela Amazon!

Título: A Trinca Âmbar
Autoria: Guilherme Pimenta
Editora: Independente
Nº de páginas: 44 (segundo a Amazon)
Gênero: Science Fantasy?
Nota: ★★★★★

 

 

 

Bondye havia jurado nunca mais passar pelos portões do Apex, onde milhares se reuniam para assistir a violenta dança da morte.
Era exatamente onde ele estava.
Ele sabia que nenhum juramento resistiria a um pedido de seu grande amor, porque seu amor era o motivo pelo qual ele deixou de ser o dançarino Bond para renascer como um Lorde de Scomo. Tudo que Bonde e seu assistente precisam fazer é encontrar uma contrabandista, a qual todos chamam de Acumuladora, que diz ter o que eles precisam.
Talvez não seja tão simples, mas ele precisa tentar. Seu firmamento havia lhe pedido uma estrela, e Bondye faria de tudo para consegui-la.

EM ALLCAPS MESMO PRA EXPRESSAR MINHA SURPRESA.

No banco, enquanto esperava resolverem umas coisas, peguei esse livro para ler. E rapaz, não me arrependi. Li até metade, me chamaram, resolvi minhas coisas, peguei o metrô e terminei de ler numa tacada só.

Continuar lendo “[RESENHA] A Trinca Âmbar – Guilherme Pimenta”

[RESENHA] Lobo de Rua – Jana P. Bianchi

lobo

Título: Lobo de Rua
Autoria: Jana P. Bianchi
Editora: Independente
Nº de páginas: 78 (segundo a Amazon)
Gênero: Fantasia urbana
Nota: ★★★★★

 

 

Essa é uma novela sobre homens, lobos e luas.

Raul é um morador de rua, um homem invisível e desgraçado como tantos os outros. Como se sua desgraça não fosse suficiente, Raul contrai a maldição da licantropia, tornando-se um lamentável lobo de rua. Tito Agnelli não compartilha do abandono de Raul, mas conhece muito bem a sensação de ser rasgado por dentro, todos os meses, pela coisa vil que se abriga nele. Assim, compadecido com o sofrimento do recém-transformado, Tito acolhe Raul na Alcateia de São Paulo, extinta até então por falta de lobisomens residentes na Pauliceia. Depois de décadas de contaminação, Tito conhece cada detalhe da maldição que o transforma em lobisomem. Além disso, conhece também a Galeria Creta, um lugar em São Paulo onde ele e outros dos seus são bem vindos nas noites de lua.

Basta pagar o preço.

Estou escrevendo agora que terminei de ler pela segunda vez e estou NUMA BAD, MEU IRMÃO………….

Continuar lendo “[RESENHA] Lobo de Rua – Jana P. Bianchi”

[RESENHA] O Castelo das Águias – Ana Lúcia Merege

Adquira aqui pelo site da Editora Draco!

Título: O Castelo das Águias
Autoria: Ana Lúcia Merege
Editora: Draco
Nº de páginas: 192
Gênero: Fantasia | Juvenil
Nota: ★★★★⛥

 

 

 

O Castelo das Águias, romance fantástico de Ana Lúcia Merege, é um lugar especial. Localizado nas Terras Férteis de Athelgard, região habitada por homens e elfos, abriga uma surpreendente Escola de Magia, onde os aprendizes devem se iniciar nas artes dos bardos e dos saltimbancos antes de qualquer encanto ou ritual. Apesar de sua juventude, Anna de Bryke aceita o desafio de se tornar a nova Mestra de Sagas do Castelo. Aprende os princípios da Magia da Forma e do Pensamento e tem a oportunidade de conhecer pessoas como o idealizador da Escola, Mestre Camdell; Urien, o professor de Música; Lara, uma maga frágil e enigmática, e o austero Kieran de Scyllix, o guardião das águias que mantêm um forte elo místico com os moradores do Castelo. Enquanto se habitua à nova vida e descobre em Kieran um poço de sentimentos confusos e turbulentos, uma exigência do Conselho de Guerra das Terras Férteis põe em risco a vida e a liberdade das águias. Com o apoio de Kieran, Anna lutará para preservá-las, desvendando uma trama de conspiração e segredos que envolvem importantes magos do Castelo.

Eu gosto desse livro. Gosto demais dele. Ele é confortável, simples, nostálgico: é uma volta a um imaginário medieval da minha juventude, de jogos de RPG e filmes do fim dos anos 80 ao começo dos 90. É algo que eu procurava há muito, mas nunca tinha encontrado. Algo positivo, otimista, mas também humilde, sem essas coisas de salvar o mundo ou derrotar o Grande Lorde do Mal.

Continuar lendo “[RESENHA] O Castelo das Águias – Ana Lúcia Merege”

[RESENHA] Missão Pré-Sal 2025 – Vivianne Geber

Missão pré-sal 2025Título: Missão Pré-Sal 2025
Autoria: Vivianne Geber
Editora: Record
Nº de páginas: 252
Gênero: Thriller | Ficção policial | Militar
Nota: ★★★★⛥

 

 

 

Londres, segunda década do século XXI. Rodolfo Ruppel, oficial da Marinha brasileira, é enviado à capital britânica numa missão secreta, sob o pretexto de participar de evento de uma empresa especializada em defesa naval. Viaja com a esposa, Carla, e pretende aproveitar a oportunidade para tentar reinventar o casamento já desgastado.
Pouco lhe é informado acerca da missão, mas sabe que terá de recapturar informações roubadas sobre o ambicioso Projeto Pré-Sal 2025, grande conquista tecnológica da Marinha brasileira: um submarino híbrido, semidiesel, seminuclear – a arma capaz de alçar o país à elite militar mundial –, cujo principal objetivo era a defesa do pré-sal brasileiro.
As instruções, criptografadas em Os girassóis, de Vincent Van Gogh, envolvem Ruppel em uma rede de alianças e traições, trama intrincada em que conhece a misteriosa e sedutora engenheira naval Victoria Borges, que o conduzirá a um mundo de prazer e perigo até então desconhecido.

IMPRESSIONANTE.

Me interessei pelo livro por ser um thriller policial/de espionagem e pela autora ser de Marinha e mandei ver. O enredo está bem resumido na sinopse: Rodolfo Ruppel, capitão-de-corveta, é mandado para Londres com a esposa Carla para resolver uma missão importante e secreta. Coisas acontecem. E quanta coisa acontece! Esse é o primeiro thriller do tipo que leio, e definitivamente me animou tanto para ler mais coisas do gênero quanto coisas da autora.

Continuar lendo “[RESENHA] Missão Pré-Sal 2025 – Vivianne Geber”