[RESENHA] 172 Horas na Lua -Johan Harstad

resenha-172-horas-na-lua-5

Título: 172 Horas na Lua
Autoria: Johan Harstad
Editora: Novo Conceito
Nº de páginas: 288
Gênero: Young adult | Terror espacial
Nota:

 

 

O ano é 2018. Quase cinco décadas desde que o homem pisou na Lua pela primeira vez.

Três adolescentes comuns vencem um sorteio mundial promovido pela NASA. Eles vão passar uma semana na base lunar DARLAH 2 – um lugar que, até então, só era conhecido pelos altos funcionários do governo americano.

Mia, Midori e Antoine se consideram os jovens mais sortudos do mundo. Mal sabem eles que a NASA tinha motivos para não ter enviando mais ninguém à Lua.

Eventos inexplicáveis e experiências fora do comum começam a acontecer…

Prepare-se para a contagem regressiva.

Eu fiz uma curta resenha desse livro no Goodreads assim que terminei, mas vou desenvolvê-la aqui.

SPOILERS AHEAD

Esse livro é ruim pra cacete.

Continuar lendo “[RESENHA] 172 Horas na Lua -Johan Harstad”

[RESENHA] Tales from Moominvalley – Tove Jansson

talesTítulo: Tales from Moominvalley
Autoria: Tove Jansson
Editora: Square Fish
Nº de páginas: 192
Gênero: Infanto-juvenil | Fantasia
Nota: ★★★★

Nessa semana eu li um monte de livrinhos – uns que eu gostei, outros que não gostei, então vamos manter a positividade no blog e postar só as coisas boas, que tal? A bola da vez é Tales from Moominvalley, da Tove Jansson. E antes de começar a resenha, quero explicar aqui o que diabos são os Moomins de quem tanto falo. Os Moomins são personagens de uma série de livros e quadrinhos fino-suecos criada pela Tove no fim da Segunda Guerra Mundial e durando até um pouco depois da morte da mãe da autora (1970). Os quadrinhos têm um tom mais satírico e adulto e os livros são mais infanto-juvenis, daqueles infantos de qualidade que você lê como adulto e entende todas as nuances e sabedoria que a autora passa. A série segue a família Moomin – o filho Moomintroll, a mãe Moominmamma e o pai Moominpappa – em sua vidinha comum no Vale dos Moomins, vivendo aventuras com os amigos e tudo mais.

Recentemente, aqui no Brasil, três editoras publicaram material dos Moomins: a editora Autêntica publicou os dois primeiros livros (Cometa na Terra dos MoominsOs Moomins e o

top
eu tenho a coleção completa dos quadrinhos, deixa eu ostentar poarr

Chapéu do Mago), a Conrad publicou o primeiro livro de quadrinhos e A Bolha Editora publicou o segundo. (Da Tove, acho que são uns nove no total.)

(E é interessante ver que a série vai ficando cada vez mais séria e melancólica com o passar do tempo. O primeiro livro, Cometa no Vale dos Moomins, é uma aventura bem straightfoward. O último, Moominvalley in November, não apenas não têm os Moomins como os protagonistas mas também é o conto de vários amigos da família tentando lidar com sua ausência.)

Dito isso, a premissa do Tales from Moominvalley é simples: são nove contos passados no universo dos Moomins. Só isso. Então vamos à resenha, separando por contos.

Continuar lendo “[RESENHA] Tales from Moominvalley – Tove Jansson”

[RESENHA] Flores da Ruína – Patrick Modiano

flores_SAIDA_1d

Título: Flores da Ruína
Autoria: Patrick Modiano
Editora: Record
Nº de páginas: 144
Gênero: Ficção literária
Nota: ★★★

 

 

Em 24 de abril de 1933, dois jovens cônjuges se suicidam em seu apartamento em Paris. Naquela noite, eles teriam se encontrado com diversas pessoas e foram dançar. Trinta anos depois, o narrador tenta reconstruir a história deles, que parece se cruzar com a sua própria. Cada pergunta suscita outras, como um eco, ao curso de andanças fantasmagóricas por Paris, de lembranças que retornam à memória…

Minha história com o Modiano – Nobel de Literatura de 2014 – é bem peculiar. Eu e o maridão temos os três livros que a Record publicou dele – Remissa da Pena, Flores da Ruína e Primavera de Cão – mas estavam lá, jogados, nunca antes lidos. Um dia chuvoso, decidi que queria ler ~literatura séria~. Peguei Primavera de Cão. Absolutamente fantástico. Descobri que esse era o terceiro da “trilogia”. Fiquei muito irado. Peguei Remissa da Pena. So-so. Peguei Flores da Ruína. É desse que vou falar agora. Mas o sentimento que fica é: como diabos esse cara ganhou o Nobel? Não que eu seja tiete do Murakami (Mumuzinho para os íntimos), mas é difícil acreditar que os livros do Modiano representem o suprassumo da ficção literária mundial.

Continuar lendo “[RESENHA] Flores da Ruína – Patrick Modiano”

[RESENHA] Malala – Viviana Mazza

malala

Título: Malala – a menina mais corajosa do mundo
Autoria: Viviana Mazza
Editora: Agir
Nº de páginas: 121
Gênero: Biografia
Nota: ★★★½⛥

 

Malala tinha apenas 11 anos de idade quando decidiu levantar sua voz e lutar para que mulheres e meninas tivessem os mesmos direitos que os homens em seu país, o Paquistão. Com o apoio de sua família, Malala escolheu a gritar um basta às diferenças. Lutou sem armas ou violência, com a coragem das palavras e da educação, com a força da verdade e da inocência. Aos quinze anos, em um dia como outro qualquer a caminho da escola, Malala descobriu que o Taliban queria matá-la. De maneira grandiosa e emocionante, este livro revela a trajetória, os medos e os sonhos da mais jovem candidata ao Prêmio Nobel da Paz.

[Primeira leitura de 2016 – lida e resenhada para o desafio do blog Me Livrando!]

Forte. Bem forte.

O livro é uma breve biografia da Malala – aquela que todo mundo conhece, que realmente merece a alcunha de a menina mais corajosa do mundo, que tomou um tiro na testa por lutar pela educação de meninas no Paquistão – contada em terceira pessoa do presente (!) e com um pouco de ficcionalização para proteger as identidades das pessoas reais. Vivianna Mazza o escreveu com a intenção de ser um livro para o público infanto-juvenil – tem só 121 páginas, os começos dos capítulos são ilustrados, a linguagem não é difícil e, talvez pelo próprio público-alvo, o livro pareça superficial para aqueles que procuram uma extensa biografia da vida de Malala, mesmo que ela tenha feito sua pesquisa usando diários da menina, entrevistas com ela, notícias e outros livros.

Continuar lendo “[RESENHA] Malala – Viviana Mazza”

[RESENHA] Réquiem para a Liberdade – Thiago Lee

requiem
Adquira o seu pelo site!

 

Título: Réquiem para a Liberdade
Autoria: Thiago Lee
Editora: Wwlivros
Nº de páginas: 220
Gênero: Fantasia | Tendências Swashbuckler
Nota: ★★★★★★

 

O livro narra a história de Marko, um ex-escravo liberto que vaga pelo reino em busca de respostas para uma maldição que o assola. Quando ele se aproxima de uma vila de pescadores dominada por um tirano, ele terá que escolher ignorar ou proteger um povo cujo sofrimento se assemelha ao seu próprio passado.

WHAT A RIDE, MEUS AMIGOS, WHAT A RIDE

Caras, eu nem ao menos tenho palavras pra descrever isso. Não sei se o meu mal-estar é por causa da adrenalina que o livro me proporcionou ou se é a gripe mesmo. Só sei que esse levou o meu INOTY (Indie Novel of the Year) porque putz, me prendeu do início ao fim, me envolveu emocionalmente com tudo, eu quero chorar e berrar e ler de novo agora mesmo para poder entender tudo.

Continuar lendo “[RESENHA] Réquiem para a Liberdade – Thiago Lee”

[RESENHA] A Trinca Âmbar – Guilherme Pimenta

trinca
Adquira o e-book aqui, pela Amazon!

Título: A Trinca Âmbar
Autoria: Guilherme Pimenta
Editora: Independente
Nº de páginas: 44 (segundo a Amazon)
Gênero: Science Fantasy?
Nota: ★★★★★

 

 

 

Bondye havia jurado nunca mais passar pelos portões do Apex, onde milhares se reuniam para assistir a violenta dança da morte.
Era exatamente onde ele estava.
Ele sabia que nenhum juramento resistiria a um pedido de seu grande amor, porque seu amor era o motivo pelo qual ele deixou de ser o dançarino Bond para renascer como um Lorde de Scomo. Tudo que Bonde e seu assistente precisam fazer é encontrar uma contrabandista, a qual todos chamam de Acumuladora, que diz ter o que eles precisam.
Talvez não seja tão simples, mas ele precisa tentar. Seu firmamento havia lhe pedido uma estrela, e Bondye faria de tudo para consegui-la.

EM ALLCAPS MESMO PRA EXPRESSAR MINHA SURPRESA.

No banco, enquanto esperava resolverem umas coisas, peguei esse livro para ler. E rapaz, não me arrependi. Li até metade, me chamaram, resolvi minhas coisas, peguei o metrô e terminei de ler numa tacada só.

Continuar lendo “[RESENHA] A Trinca Âmbar – Guilherme Pimenta”

[RESENHA] Lobo de Rua – Jana P. Bianchi

lobo

Título: Lobo de Rua
Autoria: Jana P. Bianchi
Editora: Independente
Nº de páginas: 78 (segundo a Amazon)
Gênero: Fantasia urbana
Nota: ★★★★★

 

 

Essa é uma novela sobre homens, lobos e luas.

Raul é um morador de rua, um homem invisível e desgraçado como tantos os outros. Como se sua desgraça não fosse suficiente, Raul contrai a maldição da licantropia, tornando-se um lamentável lobo de rua. Tito Agnelli não compartilha do abandono de Raul, mas conhece muito bem a sensação de ser rasgado por dentro, todos os meses, pela coisa vil que se abriga nele. Assim, compadecido com o sofrimento do recém-transformado, Tito acolhe Raul na Alcateia de São Paulo, extinta até então por falta de lobisomens residentes na Pauliceia. Depois de décadas de contaminação, Tito conhece cada detalhe da maldição que o transforma em lobisomem. Além disso, conhece também a Galeria Creta, um lugar em São Paulo onde ele e outros dos seus são bem vindos nas noites de lua.

Basta pagar o preço.

Estou escrevendo agora que terminei de ler pela segunda vez e estou NUMA BAD, MEU IRMÃO………….

Continuar lendo “[RESENHA] Lobo de Rua – Jana P. Bianchi”

[RESENHA] O Castelo das Águias – Ana Lúcia Merege

Adquira aqui pelo site da Editora Draco!

Título: O Castelo das Águias
Autoria: Ana Lúcia Merege
Editora: Draco
Nº de páginas: 192
Gênero: Fantasia | Juvenil
Nota: ★★★★⛥

 

 

 

O Castelo das Águias, romance fantástico de Ana Lúcia Merege, é um lugar especial. Localizado nas Terras Férteis de Athelgard, região habitada por homens e elfos, abriga uma surpreendente Escola de Magia, onde os aprendizes devem se iniciar nas artes dos bardos e dos saltimbancos antes de qualquer encanto ou ritual. Apesar de sua juventude, Anna de Bryke aceita o desafio de se tornar a nova Mestra de Sagas do Castelo. Aprende os princípios da Magia da Forma e do Pensamento e tem a oportunidade de conhecer pessoas como o idealizador da Escola, Mestre Camdell; Urien, o professor de Música; Lara, uma maga frágil e enigmática, e o austero Kieran de Scyllix, o guardião das águias que mantêm um forte elo místico com os moradores do Castelo. Enquanto se habitua à nova vida e descobre em Kieran um poço de sentimentos confusos e turbulentos, uma exigência do Conselho de Guerra das Terras Férteis põe em risco a vida e a liberdade das águias. Com o apoio de Kieran, Anna lutará para preservá-las, desvendando uma trama de conspiração e segredos que envolvem importantes magos do Castelo.

Eu gosto desse livro. Gosto demais dele. Ele é confortável, simples, nostálgico: é uma volta a um imaginário medieval da minha juventude, de jogos de RPG e filmes do fim dos anos 80 ao começo dos 90. É algo que eu procurava há muito, mas nunca tinha encontrado. Algo positivo, otimista, mas também humilde, sem essas coisas de salvar o mundo ou derrotar o Grande Lorde do Mal.

Continuar lendo “[RESENHA] O Castelo das Águias – Ana Lúcia Merege”

[RESENHA] Missão Pré-Sal 2025 – Vivianne Geber

Missão pré-sal 2025Título: Missão Pré-Sal 2025
Autoria: Vivianne Geber
Editora: Record
Nº de páginas: 252
Gênero: Thriller | Ficção policial | Militar
Nota: ★★★★⛥

 

 

 

Londres, segunda década do século XXI. Rodolfo Ruppel, oficial da Marinha brasileira, é enviado à capital britânica numa missão secreta, sob o pretexto de participar de evento de uma empresa especializada em defesa naval. Viaja com a esposa, Carla, e pretende aproveitar a oportunidade para tentar reinventar o casamento já desgastado.
Pouco lhe é informado acerca da missão, mas sabe que terá de recapturar informações roubadas sobre o ambicioso Projeto Pré-Sal 2025, grande conquista tecnológica da Marinha brasileira: um submarino híbrido, semidiesel, seminuclear – a arma capaz de alçar o país à elite militar mundial –, cujo principal objetivo era a defesa do pré-sal brasileiro.
As instruções, criptografadas em Os girassóis, de Vincent Van Gogh, envolvem Ruppel em uma rede de alianças e traições, trama intrincada em que conhece a misteriosa e sedutora engenheira naval Victoria Borges, que o conduzirá a um mundo de prazer e perigo até então desconhecido.

IMPRESSIONANTE.

Me interessei pelo livro por ser um thriller policial/de espionagem e pela autora ser de Marinha e mandei ver. O enredo está bem resumido na sinopse: Rodolfo Ruppel, capitão-de-corveta, é mandado para Londres com a esposa Carla para resolver uma missão importante e secreta. Coisas acontecem. E quanta coisa acontece! Esse é o primeiro thriller do tipo que leio, e definitivamente me animou tanto para ler mais coisas do gênero quanto coisas da autora.

Continuar lendo “[RESENHA] Missão Pré-Sal 2025 – Vivianne Geber”