[RESENHA] Malala – Viviana Mazza

malala

Título: Malala – a menina mais corajosa do mundo
Autoria: Viviana Mazza
Editora: Agir
Nº de páginas: 121
Gênero: Biografia
Nota: ★★★½⛥

 

Malala tinha apenas 11 anos de idade quando decidiu levantar sua voz e lutar para que mulheres e meninas tivessem os mesmos direitos que os homens em seu país, o Paquistão. Com o apoio de sua família, Malala escolheu a gritar um basta às diferenças. Lutou sem armas ou violência, com a coragem das palavras e da educação, com a força da verdade e da inocência. Aos quinze anos, em um dia como outro qualquer a caminho da escola, Malala descobriu que o Taliban queria matá-la. De maneira grandiosa e emocionante, este livro revela a trajetória, os medos e os sonhos da mais jovem candidata ao Prêmio Nobel da Paz.

[Primeira leitura de 2016 – lida e resenhada para o desafio do blog Me Livrando!]

Forte. Bem forte.

O livro é uma breve biografia da Malala – aquela que todo mundo conhece, que realmente merece a alcunha de a menina mais corajosa do mundo, que tomou um tiro na testa por lutar pela educação de meninas no Paquistão – contada em terceira pessoa do presente (!) e com um pouco de ficcionalização para proteger as identidades das pessoas reais. Vivianna Mazza o escreveu com a intenção de ser um livro para o público infanto-juvenil – tem só 121 páginas, os começos dos capítulos são ilustrados, a linguagem não é difícil e, talvez pelo próprio público-alvo, o livro pareça superficial para aqueles que procuram uma extensa biografia da vida de Malala, mesmo que ela tenha feito sua pesquisa usando diários da menina, entrevistas com ela, notícias e outros livros.

De qualquer jeito, quero chamar atenção para a escrita da autora: me surpreendeu por ser no presente, me surpreendeu por usá-lo de forma tão delicada, tão sutil, e me surpreendeu por conseguir passar tão bem a realidade dura da guerra e da opressão do cotidiano pelos olhos de uma menina. É realmente surpreendente: às vezes lemos livros técnicos, duros e distantes, frios, que nos mostram factualmente o que acontece e por que acontece, mas fica faltando o elemento humano nestas narrativas: sabemos que a guerra é terrível, mas como exatamente vivem as pessoas durante uma guerra? Durante uma ocupação? Durante a dominação de seu território pelo Talibã? Temos ideias de que o povo só fica em casa, preso, temendo a destruição – mas a vida continua. Malala ia à escola (até ela ser fechada), brincava com os primos, estudava em casa. A vida não para durante a guerra. Nem quando você é uma estudante na adolescência, perseguida por um grupo radical que quer a todo custo te impedir de viver sua vida.

E, claro, também há o fator conhecimento: a cultura paquistanesa se torna um pouco mais próxima e menos alienígena com a narrativa leve de Mazza. Novamente, temos a ideia de que todo país islâmico é o mesmo e que todas as pessoas são um mesmo estereótipo: um monte de mulheres de burca, um monte de homens barbados, Allahu Akbar por toda parte, sem um mínimo de secularização, extremamente antiocidentais, e o livro mostra que não é bem assim. Há antiocidentais e fanáticos? Há. Mas, como individuais, cada um é cada um. A família de Malala não era assim. As colegas de classe dela também não. E muitos de Swat, o vale onde ela morava, onde sofreu o atentado, também resistiam à ocupação do Talibã como podiam.

Malala agora já tem 18 anos. É incrível como o tempo passa rápido. Parece que foi ontem que ela apareceu na mídia depois do atentado. Agora ela tem um Nobel da Paz e faz seu ativismo por aí. Seu pai é ativista pela educação e seu avô também foi. Espero que seu futuro seja brilhante.

Ela também escreveu um livro junto da jornalista britânica Christina Lamb chamado Eu sou Malala, também publicado aqui no Brasil. Deve ser muito mais elaborado e profundo do que Malala: a menina mais corajosa do mundo, mas o último também vale a pena ser lido. Nem que pela prosa bonita da Mazza.

Anúncios

Um comentário sobre “[RESENHA] Malala – Viviana Mazza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s